quinta-feira, setembro 22, 2011

Se eu pudesse voar ....



Ah... Se eu pudesse voar...
Levaria até você
Um pedacinho de amor
Um cheirinho de chuva
O perfume de uma flor

Quisera eu, como uma águia voar
O céu invadir
e no bico levar
Um grão de fé
Um cálice de proteção
Uma centelha de luz que não se apaga
Uma chama de sabedoria infinita

Ah... Mas quem sou seu?
Sou apenas uma folha de outono
Assim como tantas outras folhas
Da árvore da vida
Cuja raiz é comum a todas as folhas
Raiz que sustenta e alimenta
que fortalece e resiste
Infinitamente a tudo

Assim foi no passado
Como é agora
Desde sempre
Podemos estar em ramos diferentes
Mas fazemos parte da mesma árvore
 “A árvore da vida”
 
Lulu


5 comentários:

  1. Olá Dan!!

    Adorei o seu blog e já estou seguindo. Faço parte do blogueiras unidas e ficarei feliz com uma visita sua no meu blog tbm.

    www.geovanadesigner.blogspot.com

    Um super beijo!!

    ResponderExcluir
  2. Boa tade amada, sou Luciana Faço parte das "Blogueiras Unidas"...meu número de identificação na parceria é 26 grupo 4...meu link http://trabalhosemevadalu.blogspot.com. Estou passando para conhecer as blogueiras e amei seus trabalhos, Que Deus te abençoe. Já estou te seguindo e te convido a me visitar e a me seguir.
    Beijos Luciana fique com Deus.
    Tem um selinho para você no meu blog.

    ResponderExcluir
  3. FELIZZZZZZZZZZ ANIVERSARIOOOOOOOOOOOOOOOOOO!


    Charmosa

    Com graça e todo charme envolve
    Sussurrando desmancha os contrários
    Sorrindo deixa o ar parado e amamos
    Ela tem tudo que se pode pedir
    Numa mulher e moça a colorir
    A imagem deixa os sentidos coexistir
    Nos desejos e fantasias a conferir
    Charmosa sabe usar a diplomacia
    Tem um corpo coberto, pele macia
    Tenra mulher na aparecia
    Poderoso ser na sua mais profunda essência
    Tua passagem será sempre marcante
    E os teu sempre amante
    Lembrarão como foi perfeita a união
    Mesmo que seja por um momento
    Nunca será lembrada com lamentos
    Mas sim com gloriosos sentimentos

    Ulisses Reis®
    24/09/2011

    Para DanAngel

    ResponderExcluir
  4. Sabe Ulisses você é meu bom exemplo preferido,queria saber escrever bonito assim....
    adorei....e pegando uma carona em Fernando Pessoa

    Ulisses
    O mito é o nada que é tudo.
    O mesmo sol que abre os céus
    É um mito brilhante e mudo –
    O corpo morto de Deus,
    Vivo e desnudo.
    Este que aqui aportou,
    Foi por não ser existindo.
    Sem existir nos bastou.
    Por não ter vindo foi vindo
    E nos criou.
    Assim a lenda se escorre
    A entrar nas realidade,
    E a fecundá-la decorre.
    Em baixo, a vida, metade
    De nada, morre.

    ResponderExcluir
  5. DanGemula venha ver o teu presente para mim, ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

    http://ulissespoemas.blogspot.com/p/2011.html

    ResponderExcluir